COLUNA DE HOJE
50ª Expo Prudente
Agenda
Amigos dos Trígonos
Angélica Bongiovani
Apea
Atuação Parlamentar
Baladas
Cidadania Italiana
Cidades da Região
Cinema
Claudia Riecken
Comportamento e Sexualidade
Concursos & Empregos
Crônicas de José Dassi
Cultura
Curiosidades
Decoração & Paisagismo
Desenvolvimento Holístico
Desenvolvimento Pessoal
Diário da Motocicleta
Diário de Buenos Aires
Diário de Londres
Diário de Singapura
Dicas do Chef
Dr.Belmiro d'Arce
Empresas & Negócios
Entrevistas
Espaço Literário
Esportes
Everton Souza
Fábulas Fabulosas
Festas
Galeria de Artes
Gotas de Reflexões
Guia de Prudente
Hélio Martinez
Hospital Regional do Câncer
Intercâmbio & High School
Iracema Caobianco
Isso é Dez Pra Mim
Letícia Martins
Medicina 2010
Minhas Viagens
Nas ondas do rádio
Noticias da Toledo
Nutrição e Atividade Física
O Imparcial
O Que Prudente Tem de Bom
Opinião
Painel do Couro
Painel Rural
Personalidades Prudentinas
Presidente Prudente
Prudenshopping News
Prudentinos pelo mundo
Renata de Luca
Residencial Damha
Responsabilidade Social
Rotary on line
Rubens Shirassu
San Fernando
Saudades Prudentinas
Saúde
SAÚDE MENTAL
Segurança & Tecnologia
Sinomar Calmona
Stúdio Desirée Soares
Tânia Rodrigues
Tênis Clube
Terapia Familiar
Turismo
Últimas Notícias
Veiculos
  12 | Leitores OnLine
   
 
 
 
 
 
 
 
Boa Alimentação e Vida Saudável
 
Dra. Maira Tatiana Viviani
A boa alimentação é essencial para uma vida saudável, pois é nos alimentos que se encontram os nutrientes necessários ao funcionamento do organismo. Uma alimentação de qualidade é equilibrada e proporciona disposição para o trabalho, lazer e garante a qualidade de vida.
Os nutrientes dos alimentos são utilizados para produção de energia, para o crescimento e reparação dos tecidos que compõe os músculos, ossos e pele. Para o aproveitamento dos nutrientes, a digestão dos alimentos começa na boca com a mastigação e mistura com a saliva. Quando engolimos a mistura do alimento com a saliva, a digestão continua no estômago e termina no intestino, onde os nutrientes são absorvidos. Constituintes dos alimentos que não são aproveitados são eliminados do nosso corpo nas fezes e urina.
Os carboidratos (massas, arroz, feijão, frutas) e as gordura (óleos, carnes, leite) são os nutriente energéticos; as proteínas (ovos, carnes, leite) são os nutrientes construtores; vitaminas (cereais, frutas), minerais (leite, cereais, verduras), fibras (aveia, frutas, verduras) e água são os nutrientes reguladores. Todos devem ser consumidos em quantidades suficientes para as demandas corporais diárias.
As fibras são importantes para manter o bom funcionamento do intestino, prevenir o câncer intestinal, auxiliar na sensação de plenitude (saciedade) e até reduzir as concentração sangüínea de colesterol. Aveia, feijão, frutas com cascas comestíveis, vegetais folhosos (preferencialmente crus), grãos e cereais integrais são especialmente ricos em fibras.
A água é o componente mais abundante de nosso corpo (70% do volume) e nossa necessidade diária tem um equivalente com a necessidade de calorias, a saber: 1 L:1000 Kcal. Uma pessoa que precise de 2000 Kcal/dia, precisa de 2 L de líquidos por dia. Um atleta que precise de 4000 Kcal/d, precisa de 4 L de líquidos por dia. A água é importante para o transporte de nutrientes, moléculas e outras substâncias orgânicas; é essencial para a digestão, absorção e excreção de substâncias; atua como lubrificante nos processos de mastigação, deglutição, excreção e nas articulações; auxilia na regulação da temperatura corporal; mantém o volume sangüíneo e a pressão arterial no sistema circulatório.
Para ter uma alimentação saudável você deve ingerir a vontade verduras e legumes em geral, frutas frescas, grãos (feijão, soja etc), cereais, principalmente integrais (pães, arroz, massas, farelo de aveia) e clara de ovo. Ingerir moderadamente carnes magras, aves (sem pele), peixe, leite e produtos lácteos magros, ovos, nozes e sementes em geral, camarão, lagosta, caranguejo, biscoitos e sorvetes à base de água. Evitar óleos e gorduras, açúcares, doces em geral, bacon, banha animal e vegetal, carnes gordas, feijoada, frituras, manteiga, embutidos, sorvetes, croissant, leite de côco e azeite de dendê.
Além do cuidado com as quantidades, alguns hábitos que devem fazer parte da dieta são:
 Não ficar muito tempo sem se alimentar, fazendo 5 a 6 refeições diárias: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia;
 Optar por um cardápio variado, pois não existe um único alimento que forneça todos os nutrientes;
 Comer devagar e mastigar bem os alimentos;
 Tomar bastante água todos os dias, para manter o organismo hidratado e também o perfeito funcionamento dos rins e do intestino;
 Evitar a ingestão de refrigerantes e bebidas alcoólicas, pois são pobres em nutrientes;
 Substituir as preparações fritas por grelhadas, cozidas ou assadas;
 Utilizar óleo vegetal (soja, milho, girassol) ou azeite de oliva em pequena quantidade para o preparo dos alimentos;
 Preferir os alimentos naturais aos enlatados, pois contem menos nutrientes e mais conservantes;
 Não exagerar no consumo de líquidos durante as refeições, pois o excesso dilui o suco gástrico e dificulta a digestão das proteínas;
 Usar o sal com moderação mesmo para quem não sofre de hipertensão arterial;
 Ir ao supermercado sempre após as refeições para sentir-se menos “tentado” a comprar alimentos que engordam.
Incorporar a prática regular de atividades físicas é um comportamento fundamental, juntamente com a dieta equilibrada, para busca e manutenção de uma vida saudável.
Julho 2007
Serviço:
Dra. Maira Tatiana Viviani
Consultório Nutricional • sobrepeso, obesidade, idosos, gravidez e pós-parto
Nutricionista da Winner Academia
Fone: 3221-9334 ou 9105-4315
e-mail: mairanutri@hotmail.com

Prof. Dr. Jair R. Garcia Júnior
Docente do Curso de Educação Física da Unoeste
Consultor da Winner Academia
e-mail: jgjunior@unoeste.br