19.8 C
Presidente Prudente
terça-feira, julho 27, 2021
spot_img

Dr. Wilson Jaccoud: “Reprodução Assistida tem novas normas éticas”

De acordo com o Dr.Wilson Jaccoud – Ginecologista e Obstetra, especialista em Reprodução Humana e Assistida, diretor do Fert-Embryo, Centro de Medicina Reprodutiva de Presidente Prudente, o  Conselho Federal de Medicina (C.F.M.) adotou novas normas éticas para a utilização de técnicas de Reprodução Assistida (R.A.) no

Brasil.

De acordo com o Dr. Jaccooud algumas delas são:  um número limite de embriões formados por ciclo; a obrigatoriedade de autorização judicial para descarte de

embriões criopreservados; a proibição da identificação do sexo em embriões euploides exceto em casos de doenças ligadas ao sexo; a exigência para cessão de útero temporário ter ao menos 01 filho nascido vivo; limite máximo de embriões transferidos por idade da mulher, entre outras.

Dentre as novas alterações, Jaccoud  ressalta a doação de gametas

(óvulos e espermatozoides), que altera para a idade limite de até 37 anos

(anteriormente 35 anos) e a inclusão de transgêneros nos procedimentos

de R.A.. Outra modificação importante é a permissão da doação de óvulos ou espermatozoides para parentesco de até 4º grau de um dos receptores, onde antes, isso não era permitido por ter a identidade do doador conhecida.

“Com estas medidas o CFM visa beneficiar um número maior de pacientes que estão aguardando em uma fila de espera para a recepção de óvulos (as ovoreceptoras) pois além da disponibilidade dos óvulos, elas dependem também de caraterísticas fenotípicas e tipagem sanguínea compatíveis”, destacou Jaccoud.

DR. WILSON JACCOUD

DIRETOR TÉCNICO

FERT-EMBRYO CENTRO DE MEDICINA REPRODUTIVA

CRM/SP: 41.142 | RQE: 13038

Artigos Relacionados

Redes Sociais

0FãsCurtir
25,425SeguidoresSeguir
6,808SeguidoresSeguir
- Advertisement -spot_img

Últimas

Open chat